• Whey protein isolada para auxílio na diabetes

    Atualmente no Brasil, há mais de 13 milhões de pessoas diagnosticadas com Diabetes, representando 6,9% da população, segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes. É considerada uma doença crônica, na qual se caracteriza pela elevação da glicose no sangue (hiperglicemia) devido ao corpo não produzir insulina ou não conseguir utilizar adequadamente a insulina que produz. A insulina é um hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue e é produzida pelo pâncreas, órgão responsável por converter a glicose dos alimentos que consumimos em fonte de energia.

    Como pode ser diagnosticada? E o tratamento?

    A sede excessiva, diurese excessiva e glicemia obtida em valor maior que 200mg/dl, são sintomas característicos da Diabetes. Estes sintomas podem ser observados e são aceitos como critério importante para o diagnóstico da doença, que é capaz de ser monitorada através de um aparelho específico para teste rápido, muitas vezes manuseado pelo próprio paciente. Para confirmação do diagnóstico é preciso que o médico solicite alguns exames laboratoriais, como a Curva Glicêmica.

    Como citado acima, a insulina pode não estar sendo produzida ou não estar sendo empregada de maneira correta pelo organismo, e essa diferença caracteriza em Diabetes Tipo 1 e Tipo 2.

    A Diabetes Tipo 1 é quando o pâncreas não consegue produzir a insulina, pode ser hereditária ou adquirida na infância, e seu tratamento é feito com medicamentos, reposição de insulina e alimentação.  Já a Tipo 2 é quando o organismo não consegue utilizar a insulina produzida de forma correta ou não produz a quantidade suficiente, e em determinados casos, seu tratamento pode ser realizado com atividade física, alimentação e suplementação.

    Você sabia que a whey protein pode ser utilizada como suplemento para auxílio do controle da Diabetes Tipo 2?

     A whey protein é um suplemento rico em aminoácidos. Quando a ingerimos, eles são degradados nos tecidos musculares e, em seguida, ocorre o aumento da concentração plasmática de dois aminoácidos fundamentais em nosso organismo: a alanina e glutamina. Estes aminoácidos são transportados para o fígado para que a glicose seja produzida, estabilizando a glicemia em períodos de jejum e reduzindo a resposta da insulina após as refeições. Dessa forma, ao elevar as concentrações de proteínas do soro do leite, consequentemente ocorre a redução da liberação de insulina pós-prandial e potencializa a ação do fígado no controle da glicemia.  A whey protein pode auxiliar também no retardo do esvaziamento gástrico, redução do apetite e consumo de energia, como citado nos textos anteriores.

    Como podemos utilizar a whey protein isolada no dia-a-dia?

    Para manter a glicemia constante, a whey protein isolada pode ser dividida em 6 pequenas refeições, utilizando porções de 5g em cada refeição, em forma de shake de whey protein isolada, por exemplo, batido com uma banana ou outra fruta de sua escolha. É importante pedir orientação ao seu nutricionista ou médico para saber a quantidade mais indicada dentro de sua dieta.

    Embora sejam vários os benefícios da whey protein na dieta de diabéticos é necessário ficar atento às complicações que o mesmo pode trazer a sua saúde, devido à função renal que pode ser comprometida. É importante sempre estar em acompanhamento de um médico e nutricionista.

    Leia mais